PUBLICAÇÕES

 
    JORNAL DIGITAL DOS MEMBROS, ALUNOS E EX-ALUNOS
    44 Novembro 2017  
 
 
  editorial 
 

Édipo e a esfinge.
Jean-Auguste Ingres, 1808.

Para Eliane Berger (1961-2017).
Porque onde há luta se inscreve sua memória


E então, dos muitos diferentes lugares que nos ocupam, escutamos que estava suspensa a liberdade de escolher os trajetos culturais que percorreríamos com as crianças. E meninos e meninas choraram em São Paulo à porta da arena onde a censura lhes impôs a incalculável distância de Paul, o Beatle que elas não puderam encontrar. E cross-dressers precisaram contar com suas aulas de artes marciais para comparecerem tranquilos, sobre seus saltos altos de glitter, à abertura da exposição em torno das Histórias da sexualidade... Ô tristeza, a desses tempos. Ô beleza, a dessas lutas.

Na 6a feira abrimos o jornal e lemos o filósofo explicar que "só a liberdade que a arte procura realizar, só a transformação que ela produz em nossa gramática de afetos e em nossa percepção" é capaz de retirar a vida política de sua miséria, transmutando subjetividades. No dia seguinte, fomos juntos ao cinema pra ver de novo o Hotel Cambridge estreado na Mostra Internacional do ano que passou. E a conversa potente estrelou Carmens e Elianes, Carlas e Soraias, Maras e Manias, Anas, Denises e Fátimas, Alês e Elôs, Mirians e Christianas, Juliáns, Pedros e Heidis... nosso coletivo pela cidade.

Hoje comemoramos a realização do 10o Colóquio de monografias dos alunos do Curso de Psicanálise, a chegada de Maria Inês e Lúcia como novos membros do Departamento, o lançamento do livro O racismo e o negro no Brasil: questões para a psicanálise, nossa participação nos 40 anos do Sedes e a empolgante indicação de nosso livro – Ditadura civil-militar no Brasil: o que a psicanálise tem a dizer – ao prêmio Jabuti. Gratos aos diversos colegas que se empenharam na busca das palavras justas com as quais exprimir a posição de nosso Departamento, repercutimos a alegria diante das centenas de assinaturas ao Manifesto contra o preconceito e a discriminação dispondo aqui imagens e sons do vídeo Controversa, da compositora Adriana Deffenti e da cantora Valeria Houston – figuração estética que irradia a liberdade de seguirmos nos surpreendendo com a presença do espontâneo em nós.

Por fim, desejamos que nossa desnaturada psicanálise sustente a decifração dos enigmas contemporâneos que nos cabe enfrentar. Que as figuras da arte, como um saber-fazer veredas, levantes, intervalos comuns, ocupem nossa 44a edição. Por novas manhãs multicores, femininas tardes sem ódio e orientais noites controversas!

Que a primavera acenda a música da paixão e 2018 seja bom de novo.

Grande abraço da


Equipe editorial
Cristina Barczinski, Elaine Armênio, Maria Carolina Accioly, Mario Pablo
Fuks, Nayra Ganhito, Sílvia Nogueira de Carvalho e Tide Setúbal.

 
    ESCRITOS
 

The clock


 
 

À meia-noite explode o Big Ben. [LEIA +]

Sobre arte, poesia e o tempo finito que não para: a videoinstalação de Marclay por Cristina Barczinski.

 
    MAL-ESTAR NA CIDADE
 
 

Dossiê pelo estado democrático da arte. [LEIA +]

Uma onda ultraconservadora varre exposições artísticas e apresentações teatrais no Brasil, convocando vários setores da sociedade civil a se manifestarem: Não passarão!

 

Uma noite em Al Janiah. [LEIA +]

Notícias sobre o debate Imigração e moradia. Por Alessandra Sapoznik, Márcia Daher, Maria Carolina Accioly e Verônica Melo.

 

Foto 1: O rei da vela. Teatro Oficina, 2017
Foto 2: Arte mural no Al Janiah


 
 
    PSICANÁLISE NA POLÍTICA
 

Reunião do Movimento Articulação das Entidades Psicanalíticas Brasileiras


 
 

Manifesto do Departamento de Psicanálise contra o preconceito e a discriminação. [LEIA +]

Em protesto contra a ideologia da cura gay, Departamento denuncia crime de infâmia.

Contra regulamentação da psicanálise, movimento Articulação luta para diferenciá-la das terapias naturistas. [LEIA +]

Por Ana Maria Sigal.

 
    NOTÍCIAS DO DEPARTAMENTO
 
 

O Departamento vai ao cinema. [LEIA +]

Nova modalidade de evento ocupa Espaço Itaú de cinema com diferentes narrativas e interlocuções. Leia na íntegra a abertura do evento, por Christiana Freire.

 

De gambiarras e geringonças – Era o hotel Cambridge: o filme, o evento, a ocupação. [LEIA +]

Por Fátima Vicente.

 

X Colóquio de monografias dos alunos do Curso de Psicanálise. [LEIA +]

Kátia Cappucci reporta o bem sucedido evento de agosto. 

 

Uma primeira manhã. [LEIA +]

O histórico lançamento do livro O racismo e o negro no Brasil: questões para a psicanálise, na leitura contundente de Thiago Majolo.

 

Jornada sobre externos. [LEIA +]

Nanci Oliveira Lima dá notícias da excelente discussão preparatória para a Assembléia de membros. 

 

Curso de Psicanálise lança edital para contratação de novo professor. [LEIA +]

Um novo dispositivo voltado ao desejo de transmissão.

 

Maria Inês Tassinari e Lúcia Navarro foram admitidas como membros do Departamento em setembro de 2017. [LEIA +]

Saiba mais.


 


 
 
   

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A AGENDA COMPLETA DO BOLETIM ONLINE DESTE 2o SEMESTRE DE 2017. E EM 25/11, ASSEMBLEIA DE MEMBROS!

 
 
    NOTÍCIAS DO SEDES
 

Homenageados na festa dos 40 anos do Sedes.


 
 

Sedes faz 40 anos, parte 1. [LEIA +]

A dimensão de sonho coletivo que fez nosso Instituto, seus protagonistas e a saga do Auditório Madre Cristina como patrimônio popular latinoamericano.


 
    O MUNDO, HOJE
 
 

Duas conferências na cidade. [LEIA +]

Algumas notas livres em torno de Comum e de Levantes. Por Elaine Armenio.


 

40 anos de resistência na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. [LEIA +]

Cristina Barczinski reporta a diplomação simbólica dos estudantes desaparecidos em 1977.

 

Frame do filme The Route 2006 de Chen Chieh- Jen.


 
 
    ESCRITOS DOS CURSOS
 


 
 

Entre a decifração e a imaginação: a interpretação como criação na clínica psicanalítica. [LEIA +]

Um escrito de Alice Bei.

 
    ESCRITOS DO CAMPO PSICANALÍTICO
 
 

Saímos junto com eles. [LEIA +]

Leonel Braga Neto e Renata Puliti abordam a transgeracionalidade em um caso clínico e uma série de TV para, frente à melancolização dos sujeitos em tempos de inanição da imaginação política, “sair junto com eles”. 

 

Contracapa do disco Falso brilhante, de Elis Regina.


 
 
    CINEMA
 

Frame do filme As duas Irenes, de Fabio Meira. Clique aqui para assistir o trailer.


 
 

As duas Irenes, “um filme sem ódio”. [LEIA +]

Feminista e feminino, o filme aposta em espelhamentos e complementaridades entre meninas para contar sobre o delicado trabalho de tornar-se mulher.  

 
    EMAIL DO LEITOR
 
 

E-mail do leitor. [LEIA +]

Conheça os comentários de Carmen Alvarez, Rubia Delorenzo e Heidi Tabacof à edição 43 do Boletim, de setembro de 2017.

 

Spring, Junya Ishigami / Takeo paper show subtle. Foto de Amana group


 
 
 

 

 


Equipe Editorial:
Cristina Barczinski, Elaine Armênio, Maria Carolina Accioly, Mario Fuks, Nayra Ganhito, Sílvia Nogueira de Carvalho e Tide Setúbal.

Os textos deste Boletim Online podem ser utilizados em outras mídias, desde que incluídos os créditos originais a este jornal e a seus autores.

 Visite nossa página no site do Departamento e nossas matérias abertas no Facebook.

 
    Perguntas, sugestões ou comentários? Escreva-nos: boletimpsicanalise@sedes.org.br  

 

 

   
Departamento de Psicanálise - Sedes Sapientiae
Rua Ministro Godoi, 1484 - 05015-900 - Perdizes - São Paulo - Tel:(11) 3866-2753
As informações deste site podem ser utilizadas desde que incluídos os créditos ao Depto de Psicanálise e aos seus autores.
id07192019154106057118161054